Cirurgia de varizes

Cirurgia de varizes

Varizes são veias superficiais dilatadas, cilíndricas ou saculares, tortuosas e alongadas, trazendo  alterações estéticas e na circulação venosa do organismo, com maior incidência no sexo feminino.

As principais queixas clínicas dos pacientes são: dor tipo “queimação” ou “cansaço”, sensação das pernas estarem pesadas ou ardendo, edema (inchaço) das pernas, principalmente ao redor do tornozelo, que, frequentemente melhoram com a elevação dos membros inferiores e agravam-se no fim do dia, quando se permanece por longo tempo em pé ou sentado, no calor, nos períodos próximo ou durante a menstruação e também durante a gravidez.

Elas podem se apresentar com pequenas dilatações até veias de grosso calibre, trazendo prejuízo para a normalidade da pele nos casos mais graves (ressecamento, escurecimento, úlceras, etc).

Quando a cirurgia de varizes é indicada?

O tratamento das varizes variam de escleroterapia  até procedimentos como a cirurgia.

As indicações mais frequentes para cirurgia são os pacientes com  alto risco para manchas com a utilização da espuma,  portadores de veias muito calibrosas , principalmente se forem nutridas pela safena.

A cirurgia pode ser realizada na própria clínica com anestesia local (pequenos segmentos de dilatação) micro-cirurgia  ou no centro cirúrgico sob anestesia venosa ou bloqueio( Raqui) podendo ser utilizada técnicas menos invasivas como endolaser ou a Cirurgia Convencional.

Ambas trazem benefícios importantes como a diminuição da pressão venosa nas pernas  e quebra da nutrição dos pequenos vasos e consequente resultado estético.

Como é o precedimento?

Na cirurgia de varizes são retiradas apenas as veias que estão dilatadas , aquelas que atrapalham o funcionamento normal da circulação, trazendo alterações importantes nas pernas como escurecimento ,inflamações, edemas, úlceras e até mesmo tromboses venosas superficiais ou profundas.

Através de um exame clínico do paciente juntamente com um ultrassom (Duplex) é possível saber com segurança quais são as veias doentes.

A cirurgia é rápida e feita somente em um momento em que o paciente esteja em boas condições de saúde, fazendo com que os riscos operatórios sejam mínimos. A recuperação dura em média sete dias e o paciente deverá caminhar no pós operatório e quando em repouso, manter os membros inferiores elevados.

As contra-indicações na maioria das vezes são de origem clínica: diabetes descompensados, cardiopatas, hepatopatas, pneumopatas, pacientes em tratamento para outras doenças com neoplasias, etc.

Para saber se o seu caso é necessário à realização da cirurgia de varizes, faça o agendamento de uma consulta com o angiologista. Somente esse profissional irá analisar cada caso e oferecerá o melhor tratamento.

« Anterior Próximo »